Mulher tenta invadir gabinete de Dilma

Mulher tenta invadir gabinete de
Dilma e é contida por seguranças


Priscilla Mendes, do R7, em Brasília
Uma mulher invadiu nesta segunda-feira (25) o Salão Nobre do Palácio do Planalto e tentou chegar ao gabinete da presidente da República, Dilma Rousseff. Ela se identificou como Eliane dos Santos Silva e protestava por moradia.

Eliane entrou no palácio como visitante e carregava no colo uma criança de aproximadamente dois anos. Ela driblou a segurança, conseguiu chegar ao salão e começou a chorar, enquanto gritava pedindo para falar com Dilma. A mulher foi contida por cerca de cinco seguranças na entrada da rampa que dá acesso ao terceiro andar, local onde o gabinete da presidente está localizado.

A mulher pedia moradia para os pobres alegando que “somente os ricos têm casa nesse país”. Ela teria deixado a cidade onde mora, São Bernardo do Campo, em São Paulo, e chegado de carona à capital federal. Ela protestou ainda contra o prefeito do município, Luiz Marinho, que é do PT.

Após ser detida, assessores da Secretaria-Geral da Presidência da República receberam Eliane, que foi liberada em seguida.
Confira também

Esse não foi o primeiro protesto que Dilma teve de enfrentar hoje. Ao chegar ao palácio, logo pela manhã, ela se deparou com um manifesto de cerca de 40 ex-soldados especializados da Aeronáutica, munidos de cornetas, bandeiras, caixão e gritos para exigir sua readmissão no serviço público.

Eles protestaram por terem sido dispensados pela Força mesmo após admissão em concurso público, segundo o representante do grupo, Luiz Carlos de Oliveira.

- O nosso apelo para a Dilma é que ela, como chefe de família, e tendo dito que o governo dela seria de justiça social, nos atenda.

Procurada, a assessoria de imprensa do Planalto disse ser “improvável” que a presidente receba os manifestantes, já que tem agenda cheia durante o dia.

Postagens mais visitadas deste blog

EMPRESA É CONDENADA A INDENIZAR FAMILIA

Clube do Crescimento Pessoal

A VIDA É MOVIMENTADA POR PARCERIAS