ARTILHARIA PESADA

Ele agiu com tanta segurança de assim iria obter êxito, que ligava direto para a Promotora de Justiça, tanto o prefeito como o delegado. Eu já tinha percebido a esquisitice, não tinha como ter certeza, tratava-se apenas de intuição? Ele achando que os conchavos realizados na comarca iria ser o golpe fatal na sua missão de vingança pessoal, foi direto na Procuradoria Geral de Justiça. O pior é que parecia que o cerco estava feito e eu não tinha escapatória, pois as evidências indicariam que não tinha jeito. No seu depoimento o prefeito embusteiro afirmou que tive atrito com a Promotora de Justiça e no depoimento da Promotora de Justiça ela afirmou que eu falava mal do prefeito e do juiz. A única certeza que tenho disto é que eles nunca provaram nada do que disseram, mas parecem que julgavam que a união deles seriam suficiente para me desmoralizar. Acontece que eu nunca saquei dinheiro público, nunca falsifiquei documentos, nunca ameacei inocentes, nunca fiz conchavos com corruptos para abafar situação alguma. Talvez seja por isto que não prosperou o plano deles, mas o impacto psicológico foi muito grande, pedi 15 dias de licença me foi negado, eu estava muito mal, mas eu queria vencer e tudo ficar bem, quem acredita em Deus sempre tem o socorro no momento certo. Interessante observar é que a única pessoa na cidade que nas horas de folgas andou comigo e dirigiu meus veículos e gozava de uma certa confiança se tornou aliado do prefeito e nem por isso, eles conseguiram tornar as suas mentiras em verdades. Por unanimidade a Câmara de Vereadores aprovaram um título de cidadania turiense para a minha digníssima pessoa, uma proposição de um vereador de oposição. Até aí o juiz oficialmente não aparece e nem nunca ouvi falar que ele tenha em algum momento feito algum comentário jocoso sobre a minha digníssima pessoa, mas o trio envolveram o seu nome nessa trama.

Postagens mais visitadas deste blog

EMPRESA É CONDENADA A INDENIZAR FAMILIA

Clube do Crescimento Pessoal

A VIDA É MOVIMENTADA POR PARCERIAS